6/12/2018 4:36 pm

Gestores e professores indígenas recebem formação sobre Drogadição e Probidade Administrativa

13351_foto_1_1111949347287647331

Professores e gestores indígenas participam de palestras e formação Drogadição e Probidade Administrativa

Esclarecer sobre as implicações do uso e da comercialização de drogas dentro das aldeias indígenas e sobre as responsabilidades administrativas na gestão pública. Estes foram os objetivos da Formação Continuada em Drogadição e Probidade Administrativa para professores e gestores de escolas indígenas da rede estadual de educação, realizada nessa quarta-feira (5) na cidade de Jenipapo dos Vieiras.

O evento foi realizado por meio de parceria entre a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Defensoria Pública do Estado (DPEMA), Polícia Militar do Maranhão, Prefeitura de Jenipapo dos Vieiras e a ONG Rede Maranhense de Diálogos Sobre Drogas (REMADD). E teve como público alvo 250 professores e gestores de escolas indígenas da rede estadual de ensino em Jenipapo dos Vieiras e região, além de lideranças indígenas.

Na parte da manhã foram realizadas palestras sobre as temáticas. O Defensor do Estado, Dr. Jean Carlos falou sobre “As Responsabilidades Administrativas na Gestão Pública”. A segunda palestra foi ministrada pelo vice-presidente do REMADD, Arivaldo Júnior que falou sobre ‘Escolas sem Drogas’.

Professores e gestores indígenas participam de palestras e formação Drogadição e Probidade Administrativa.

Professores e gestores indígenas participam de palestras e formação Drogadição e Probidade Administrativa

À tarde o encontro continuou com formação dos professores e gestores, ministrada por técnicos da Seduc, quando os participantes receberam orientação sobre como podem trabalhar essas temáticas, como conteúdo transversal, por meio de projetos pedagógicos.

“Essa formação foi em atendimento às demandas apresentadas em audiência pública realizada no município de Jenipapo dos Vieiras, em abril deste ano. E fecha de uma forma muito especial as atividades do ano letivo de 2018, em que tivemos grandes avanços, como por exemplo: a elaboração do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Professores Indígenas do Estado do Maranhão, que está em análise para posterior aprovação e implantação; a formação em Gestão Escolar para mais de 270 professores das escolas indígenas, entre outras ações”, pontuou Rosiléia da Silva Saraiva, supervisora de Educação Indígena.

“Foi uma capacitação muito proveitosa, a gente fica muito feliz em ter tido essa oportunidade de ter essa capacitação, porque a gente não está livre disso. A questão das drogas e do álcool não escolhe classe social, cor ou etnia”, disse Mágno Machado Guajajara, professor da escola Wazay W Yzara, da Terra Indígena Cana Brava, Aldeia Santa Maria.

“A gente tem que ‘tá’ preparado para fazer essa abordagem, pra conversar com nossos alunos. Essa formação vem em um momento muito oportuno. Então, nós professores indígenas da Terra Indígena Cana Brava estamos muito agradecidos”, acrescentou Mágno Guajajara.

Fonte: Seduc
Fotos: Divulgação
06/12/2018

Contatos

contatos

Fones:

(98) 3221-8537
(98) 3221-8536

E-mail:

gabinete@educacao.ma.gov.br
ascom@educacao.ma.gov.br

Ouvidoria
(98) 3218-2357
ouvidoria@educacao.ma.gov.br

Localização

localização

Click to open larger map

Rua dos Pinheiros n°15, Qda n° 16, Renascença. CEP 65075-250. São Luís, Maranhão