9/09/2019 10:23 am

Mais de 70 mil maranhenses alfabetizados em ações educativas do Governo do Estado

Milhares de maranhenses estão sendo beneficiados (Fotos: Felipe Neiva)

Milhares de maranhenses estão sendo beneficiados (Fotos: Felipe Neiva)

Aprender a ler e escrever deixou de ser somente um sonho para milhares de maranhenses após oportunidade ofertada pelos programas de alfabetização do Governo do Estado. Totalizaram 73.716 pessoas, entre jovens e adultos, alfabetizados nos programas Sim, Eu Posso! e o Brasil Alfabetizado.

Nas duas primeiras etapas, as iniciativas alcançaram 15 municípios maranhenses. Em alguns casos, melhorando em até 90% a taxa de alfabetização nas áreas atendidas. Coordenados pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), os programas garantem cidadania e mais oportunidades de futuro aos beneficiados.

“A educação é a base de tudo e o governador Flávio Dino prioriza esta política pública sabendo que o reflexo para a população e para o Estado são imensuráveis. Esses projetos educacionais com foco na alfabetização influem em outros setores, pois o conhecimento melhora a vida das pessoas abrindo mais oportunidades de trabalho e renda, de condições e de autonomia”, ressaltou o titular da Seduc, Felipe Camarão.

No município de Aldeias Altas, a primeira fase do projeto alfabetizou 2.197 pessoas, reduzindo em 92,5% o número de analfabetos. Um dos beneficiados foi o aposentado Manoel Ribeiro, 76 anos, alfabetizado pela filha, que é professora do projeto ‘Sim, Eu Posso!’. “Sinto alegria de chegar até aqui. Minha mulher aprendeu a ler comigo e nossa filha foi a professora. Não tive a oportunidade de estudar e ‘botei’ ela. A primeira coisa que eu escrevi foi ‘sim, eu posso’. Eu estou muito feliz”, afirmou.

Em Água Doce do Maranhão, um dos contemplados foi Francisco José Rocha dos Santos, que aos 49 anos começou a escrever suas primeiras linhas, após participar do programa de alfabetização. “Vou fazer muitas coisas, um trabalho melhor porque, hoje em dia, quem consegue um serviço melhor é quem sabe ler”, disse.

Milhares de maranhenses estão sendo beneficiados (Fotos: Felipe Neiva)

Milhares de maranhenses estão sendo beneficiados (Fotos: Felipe Neiva)

Em Itaipava do Grajaú, a aluna Joana Oliveira, 65 anos, conta que já participou de outros programas de alfabetização, mas ainda não havia aprendido a ler e escrever. “Foi muito boa a minha participação. Agora eu consigo escrever meu nome e conheço o alfabeto todinho. Conheço as letras, escrevo uma carta pequena. É um grande avanço”, avaliou.

Professora do programa em Itaipava do Grajaú, Francisca Vanusa Lopes da Rocha parabenizou a ação. “Graças a Deus. É um programa que chegou em hora oportuna. Funciona de fato e é bem organizado. Parabéns ao gestor do Estado, Flávio Dino, pela oportunidade dada a estas pessoas. O meu sonho e das minhas colegas professoras é acabar com o analfabetismo aqui no nosso povoado”, enfatizou.

Desde a implantação, o programa alfabetizou 20.349 pessoas. Já com o Brasil Alfabetizado, que é feito em parceria com o governo federal, um total de 53.367 pessoas aprenderam a ler e escrever. O Sim, Eu Posso! é fruto da parceria com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-terra (MST). Integra do Plano Mais IDH que, desde 2015, realiza ações integradas para proporcionar melhores índices de educação, saúde, entre outros, aos 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado.

O Sim, Eu Posso! mobilizou mais de 1,9 mil educadores maranhenses nas duas etapas do programa. A formação na leitura e escrita é concluída no prazo recorde de oito meses. O programa, também, promove consultas oftalmológicas gratuitas e a distribuição de óculos aos que precisam do apoio das lentes para seguir com o aprendizado.

Inovador

Milhares de maranhenses estão sendo beneficiados (Fotos: Felipe Neiva)

Milhares de maranhenses estão sendo beneficiados (Fotos: Felipe Neiva)

O Sim, Eu Posso! é um método inovador de ensino, idealizado pelo Instituto Pedagógico Latino-Americano e Caribenho de Cuba (Iplac) e aliado aos círculos de cultura da pedagogia de Paulo Freire. O projeto integra a mobilização pela alfabetização dentro do Plano de Ações Mais IDH, instituído pelo governador Flávio Dino, com o objetivo de reduzir os índices de analfabetismo no estado.

09/09/2019

Contatos

contatos

Fones:

(98) 3227-7677
(98) 3235-4674

E-mail:

gabinete@educacao.ma.gov.br
ascom@educacao.ma.gov.br

Ouvidoria
(98) 3218-2357/3212-1636
ouvidoria@educacao.ma.gov.br

Localização

localização

Click to open larger map

Rua dos Pinheiros n°15, Qda n° 16, Renascença. CEP 65075-250. São Luís, Maranhão