5/12/2018 6:15 pm

Técnicos da Seduc discutem alimentação escolar e agricultura familiar no I Encontro Técnico Estadual do PNAE

Na última terça-feira (04) técnicos e gestores escolares das 19 Unidades Regionais de Educação (UREs) do Maranhão, estiveram reunidos para discutir sobre alimentação escolar em agricultura familiar no I Encontro Técnico Estadual do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Promovido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), o evento teve como objetivo principal orientar a execução financeira e operacional do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), bem como nortear a aquisição dos gêneros alimentícios da agricultura familiar nas escolas da rede pública estadual.

“Essa discussão partiu da necessidade de agilizarmos a compra da alimentação escolar através dos produtos produzidos por meio da agricultura familiar. São orientações para que gestores e técnicos possam estar adquirindo esses produtos assim que se iniciem as aulas e estimular para que comprem sempre, tanto os produtos básicos, quanto os produtos da agricultura familiar, concomitantemente, sem precisar prejudicar a oferta da alimentação escolar nas escolas”, explicou a técnica da Supervisão de Alimentação Escolar da Seduc (Supae), Joana Darc.

Técnicos das 19 UREs do I Encontro do PNAE

Técnicos das 19 UREs do I Encontro do PNAE

Participaram do I Encontro cerca de 50 representantes das 19 UREs do estado, entre: técnicos responsáveis pela agricultura familiar, responsáveis pela prestação de contas da agricultura familiar e responsáveis pela execução do PNAE.

Para o engenheiro agrônomo participante do I Encontro, Juranley Serejo, essa discussão é de suma importância porque primeiro prima por um produto de qualidade, a alimentação saudável e também está gerando renda para os agricultores familiares dos 217 municípios do estado. Como consequência disso há o aumento na geração de renda do município melhorando também a qualidade de vida de toda a comunidade.

“A Seduc está de parabéns em promover e chamar os gestores para o debate, para qualificar, para interagir e ver os prós e os contras e, assim, seguirmos bem para 2019. Vamos estar com todos os alunos bem nutridos, e sabemos que com uma boa nutrição nós teremos também, consequentemente, um melhor aprendizado”, disse Juranley Serejo.

O técnico da Supervisão de Alimentação Escolar da Seduc, na regional de Itapecuru, Leon Barros, lembrou que a compra da merenda escolar oriunda da agricultura familiar é uma das prioridades do Governo do Maranhão, e ele acredita que com ações como essas, que incentivem essa atividade, faz com que o dinheiro circule dentro de cada município, aumentando a geração de emprego e renda.

“A gente vê que para as escolas isso é muito importante porque os alunos vão comer alimentos que não têm ou têm poucos agrotóxicos. Então quanto menos agrotóxicos tiver na alimentação, mais nutrientes e melhor para a saúde de cada um dos nossos alunos e isso ajuda também para que os alunos, em sala de aula, produzam mais”, concluiu ele.

Contatos

contatos

Fones:

(98) 3221-8537
(98) 3221-8536

E-mail:

gabinete@educacao.ma.gov.br
ascom@educacao.ma.gov.br

Ouvidoria
(98) 3218-2357
ouvidoria@educacao.ma.gov.br

Localização

localização

Click to open larger map

Rua dos Pinheiros n°15, Qda n° 16, Renascença. CEP 65075-250. São Luís, Maranhão