18/04/2023 6:45 pm

Com editais, cursos e mais de 260 escolas em 18 municípios, Governo fortalece Educação Indígena no Maranhão

Governo fortalece educação indígena com diversas ações

Fortalecer a educação no Maranhão é prioridade do Governo do Estado, que tem realizado diversas ações para garantir a oferta de ensino de qualidade para todas as modalidades educacionais. A Educação Escolar Indígena faz parte desse processo de valorização e vem recebendo atenção especial da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). No total, são 263 escolas indígenas beneficiadas, envolvendo cinco Unidades Regionais de Educação.

Ações como a regularização de cursos oferecidos nas escolas indígenas junto ao Conselho Estadual de Educação (CEE-MA) e orientações à equipe de Supervisão de Modalidades, para a elaboração e atualização do Projeto Pedagógico da Escola, destacam a atuação estratégica do Governo do Estado no fortalecimento da Educação Escolar Indígena.

“A educação indígena é prioridade do governo do Maranhão. Temos um estado imenso e observar a sua heterogeneidade, inclusive na oferta educacional, é responsabilidade de quem desenvolve e executa as políticas públicas. Vivemos um novo momento em nosso país, inclusive com a inédita existência de um ministério próprio para os povos originários, o que com toda certeza refletirá positivamente no desenvolvimento de políticas públicas na ponta, para nossos indígenas, principalmente na área educacional”, afirma o vice-governador do Maranhão e secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

A Seduc também vem garantindo a valorização dos profissionais da educação indígena com o lançamento de editais específicos para a seleção de professores para atuarem em Escolas Indígenas para o Núcleo Comum e componentes curriculares específicos: Direito Indígena, Língua Materna, Arte e Cultura Indígena, Corresponsabilidade Social e Movimento Indígena.

Editais específicos para a seleção de professores Especialistas em Atendimento Educacional Especializado – AEE, para atuarem com estudantes indígenas com deficiências, assim como a abertura de salas de Recursos Multifuncionais (SRM) para o atendimento Educacional Especializado para estudantes indígenas com deficiência e Formação específica para os professores que atendem os estudantes também reforçam o comprometimento do Governo.

Maranhão com Educação Indígena

Entre os municípios atendidos pelo Governo do Maranhão com Educação Escolar Indígena, estão: Amarante, Araguanã, Arame, Barra do Corda, Bom Jardim, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Centro Novo do Maranhão, Fernando Falcão, Grajaú, Itaipava do Grajaú, Jenipapo dos Vieiras, Lajeado Novo, Montes Altos, Nova Olinda do Maranhão, Santa Luzia do Paruá, Sítio Novo e Zé Doca.

Atualmente, habitam no Maranhão, aproximadamente, 35 mil indígenas, pertencentes a diversos povos, com troncos linguísticos: Tupi (Tentehar-Guajajara, Ka’apor e Awá Guajá); e Macro-Jê (Krepymkateyê, Krenjê, Krikati, Apaniekrá-Canela, Memortumre-Canela, Pyhcop Cati Ji-Gavião).

O governo oferta educação escolarizada aos seguintes povos indígenas: Tenetehara/Guajajara; Ka’apor; Awá/Guajá; Krepunkatejê/Timbira; Kreniê; Krikati; Apaniekra (Canela); Memortumre (Canela); e Pukobiê (Gavião).

Além desses povos indígenas, existem no Maranhão outros que estão em processo demarcatório de seus territórios, sendo eles Akroá Gamela, Anapuru Muypurá, Kairú, Tremembé e Tupinambá. O Governo do Maranhão, por meio da Seduc, já está trabalhando para disponibilizar escolarização a todos estes povos.

Fonte: Seduc
Fotos: Divulgação
18/04/2023

Contato

Fones:
(98) 3194-7791

E-mail:

gabinete@edu.ma.gov.br
ascom@edu.ma.gov.br

Ouvidoria
0800 280 0166
(98) 3194-7721
(98) 3194-7722

www.ouvidorias.ma.gov.br

Endereço

Rua dos Pinheiros, n.º 15, Qd. 16

Jardim São Francisco

São Luís – Maranhão

CEP: 65076-250

Horário de funcionamento:

Seg a Sex
08:00 às 17:00

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela SEATI