24/11/2015 1:44 pm

Escola Y Bacanga sedia lançamento da Campanha Estadual 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres

Uma “Roda de Conversa”, que aconteceu no Centro de Ensino Y Bacanga, nesta segunda-feira (24), marcou o lançamento da campanha Estadual 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, na capital. Em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), a intenção da Secretaria de Estado da Mulher (Semu) é percorrer escolas públicas levando o tema: Enfrentamento à Violência contra as mulheres com recorte de etnia/raça e feminicídio das Mulheres Negras.

A Campanha também acontece com a parceria da Secretaria Estadual de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Câmara Técnica Estadual de Gestão e Monitoramento das Ações do Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, Vale, Plan, Prefeitura de São Luís, Fórum OPM’s, Conselho Estadual da Mulher (CEM), Movimento de Mulheres Negras, entre outros, desenvolvendo uma vasta programação no Estado.

De acordo com a gestora Regional de Educação de São Luís, Aparecida Gomes, para que a mensagem da Campanha chegue em todo Estado vão ser realizadas web conferências. “As web conferências acontecem nos dias 30/11, 01/12 e 07/12, das 9h às 11h”, pontuou.

A secretária Adjunta da Mulher, Susan Lucena reforçou que é importante fazer uma campanha preventiva de violência contra a mulher, como prevê a lei Maria da Penha. “A cada 12 segundos uma mulher é violentada no Brasil, a média de estupro é de 500 mil/ano, convivemos com a subnotificação, os casos de feminicídio e de violência são registrados como homicídio ou lesão corporal, a média de registros é de 25% os números são maiores, precisamos notificar, registrar essa violência”, informou.

A Campanha

A Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é uma mobilização anual, organizada em parceria com organismos públicos e privados engajados nesse enfrentamento. Desde sua primeira edição, em 1991, já conquistou a adesão de cerca de 160 países.

Mundialmente, a Campanha se inicia em 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, e vai até 10 de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Humanos, passando pelo 06 de dezembro, Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. No Brasil, os 16 dias de Ativismo tem início a partir de 20 de novembro, com o Dia Nacional da Consciência Negra. A inclusão desta data considera a história da cultura negra no Brasil e, sobretudo, a tripla discriminação sofrida pela mulher negra, que se baseia numa opressão de gênero, etnia e classe social. O objetivo da campanha é estruturar uma estratégia conjunta para contribuir com o debate público a cerca da violência contra as mulheres; aprofundar e debater o grau de crueldade em que vem ocorrendo os casos de violência contra as mulheres; propor uma reflexão à sociedade sobre a forma de veiculação desses atos por meio da mídia; reforçar e expandir a mensagem de não tolerância à perpetuação de todas as formas de violência contra as mulheres e firmar compromissos e encaminhamentos durante os “16 dias de ativismo”.

Texto: Anne Glauce

Contato

Fones:
(98) 3194-7791

E-mail:

gabinete@edu.ma.gov.br
ascom@edu.ma.gov.br

Ouvidoria
0800 280 0166
(98) 3194-7721
(98) 3194-7722

www.ouvidorias.ma.gov.br

Endereço

Rua dos Pinheiros, n.º 15, Qd. 16

Jardim São Francisco

São Luís – Maranhão

CEP: 65076-250

Horário de funcionamento:

Seg a Sex
08:00 às 17:00

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela SEATI