9/11/2022 7:11 pm

Estudantes da Rede Estadual são destaque na etapa nacional da FIRA BRASIL

Estudantes da Rede Estadual são destaque na etapa nacional da Fira Brasil

Com investimentos em Tecnologia e Inovação na Rede Estadual de Ensino, estudantes das escolas em tempo parcial e integral como: Centros Educa Mais e Unidades Mais Integral, foram destaque na etapa nacional do Torneio de Robótica FIRA BRASIL (Copa do Mundo de Robôs), realizado no Golden Shopping, em São Luís. O evento teve início na segunda-feira (7) e encerrou nessa terça-feira (8).
Participaram do evento o Colégio Militar Tiradentes I, de São Luís; os Centros Educa Mais: Professor Antônio Guilherme Maciel, de Açailândia, Barjonas Lobão, Almirante Tamandaré e Dayse Galvão de Sousa, localizadas em São Luís, e as Unidades Mais Integral: Joaquim Amado de Apicum-Açu; e Deputado João Araújo Silva, localizada em Pindaré-Mirim.De acordo com Fábio Aurélio Costa, coordenador de Robótica do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) e organizador do evento, a FIRA é um momento de reunir equipes de robótica de todo Brasil. “As equipes com os melhores desempenhos seguem para o mundial que acontece em agosto de 2023, na Alemanha. Realizar um evento dessa magnitude consolida o trabalho do Maranhão no segmento da robótica”, afirmou.

Estudantes da Rede Estadual são destaque na etapa nacional da Fira Brasil

A FIRA é uma competição de robótica que tem a finalidade de classificar equipes de todo Brasil para participar anualmente da Copa do Mundo de Robótica. Após a fase estadual, são selecionadas equipes para disputar a etapa nacional. As equipes classificadas na etapa nacional participarão da etapa mundial, que será realizada em agosto do ano que vem, na Ostfalia University, localizada na cidade de Wolfenbuettel, na Alemanha.

Cauê Maia, estudante da 2ª série do Centro Educa Mais Dayse Galvão de Sousa, garantiu com sua equipe o 3° lugar na modalidade Sumô e com isso a classificação para o mundial na Alemanha. O protagonista destacou a importância da conquista. “É uma vitória fundamental para consagrar o trabalho da nossa equipe. Meu trabalho na equipe é montar os robôs para as competições, saber que meu trabalho foi vitorioso é muito bom. É uma competição muito legal, pois a gente troca informações e aprende coisas novas”, disse.

Competição entre robôs

Estudantes da Rede Estadual são destaque na etapa nacional da Fira Brasil

A modalidade Cliff Hanger, popularmente conhecida como “sumô” é uma luta entre robôs que acontece dentro de uma arena, onde cada partida tem três rounds de um minuto. Ganha o robô que fizer seu oponente tocar primeiro a área fora do anel. Já o Cabo de Guerra é um desafio no qual dois robôs adversários se puxam com o objetivo de trazer o oponente para dentro de uma área estabelecida na arena como fosso.

“Essa foi nossa primeira participação em competição de robótica, estamos aprendendo bastante encerramos nossa participação na FIRA na quarta posição na modalidade cabo de guerra, e terceiro lugar na categoria sumô. Estamos acompanhando o trabalho das outras equipes, ainda que sejamos rivais”, contou Bruno Ferreira, de 14 anos, estudante da Unidade Mais Integral Joaquim Amado de Apicum-Açu.

Segundo Hugo Max Monteles, estudante do Colégio Militar Tiradentes I, o evento agrega muitos aprendizados. “Esses eventos propiciam que nós estudantes possamos adquirir novas experiências, pois desafiam que a gente saia das paredes da sala de aula e realizar novos desafios como lógica de programação e resolução de problemas específicos. Saímos vitoriosos na modalidade sumô e garantimos nossa vaga para o mundial”, afirmou.

A competição DRC Explorer, acontece em uma pista que simula um desastre no qual o robô tem que pegar cubos que são representados por caixas de medicamentos, em seguida deve entregar nos locais que estariam posicionados as vítimas do desastre. O robô pega o obstáculo em um compartimento e coloca no lugar indicado.

Jamilli Glicia, de 14 anos, estudante do 8º ano da Unidade Mais Integral Deputado João Araújo Silva, em Pindaré-Mirim, ressaltou que o sentimento é de missão cumprida. “Chegamos muito ansiosos, com medo e depois fomos nos saindo bem, ficamos em quarto lugar na modalidade sumô. Essa foi nossa primeira competição de robótica e chegamos bem próximo de estar no ranking, é muito gratificante”, relatou.

A competição tem o intuito de engajar os estudantes no desenvolvimento da robótica como estratégia de ensino e busca promover oportunidades de práticas que cultivem o senso investigativo e exploratório dos estudantes.

Premiação

As escolas da Rede Estadual brilharam na etapa nacional da FIRA 2022 subindo ao pódio por quatro vezes consecutivas. O Centro Educa Mais Dayse Galvão ficou em terceiro lugar nas categorias: Cliff Hanger (Sumô) e Missão Impossível; o Centro Educa Mais Professor Antônio Guilherme Maciel garantiu o terceiro lugar na modalidade Missão Impossível. O Colégio Militar Tiradentes I ocupou o segundo lugar no pódio nas categorias: Cliff Hanger (Sumô) e DRC Explorer.

Fonte: Seduc
Texto: Cíntia Sá
Fotos: Brunno Carvalho
09/11/2022

Contato

Fones:
(98) 3194-7791

E-mail:

gabinete@edu.ma.gov.br
ascom@edu.ma.gov.br

Ouvidoria
0800 280 0166
(98) 3194-7721
(98) 3194-7722

www.ouvidorias.ma.gov.br

Endereço

Rua dos Pinheiros, n.º 15, Qd. 16

Jardim São Francisco

São Luís – Maranhão

CEP: 65076-250

Horário de funcionamento:

Seg a Sex
08:00 às 17:00

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela SEATI