28/09/2015 9:43 pm

Governo realiza III Semana Estadual da Pessoa com Deficiência

O Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), realizou, nesta segunda-feira (28), a abertura da III Semana Estadual da Pessoa com Deficiência – Educação especial: refletindo e agindo na área da inclusão. A iniciativa, que contará com uma vasta programação, até sexta-feira (2), tem a intenção de assegurar os direitos dos estudantes dessa modalidade de ensino à educação comum.

 Estiveram presentes ao evento os secretários de Estado, Áurea Prazeres (Educação) e Francisco Gonçalves (Direitos Humanos e Participação Popular); o presidente do Conselho da Pessoa com Deficiência, Mike Machado, a supervisora de Educação Especial da Seduc, Rosane Ferreira, o consultor na área de Educação Inclusiva, Romeu Kazumi Sassaki, a coordenadora Geral de Articulação da Política de Inclusão nos Sistemas de Ensino da Secadi, Suzana Brainer, a promotora da Educação, Maria Luciane Belo, e representantes das Unidades Regionais de Ensino (UREs).

 Em sua fala, a secretária Áurea Prazeres lembrou que este seminário é mais uma ação formativa para os educadores, um dos eixos da Macropolítica do programa Escola Digna. “Nós precisamos vivenciar essas ações formativas, porque somos a referência deste novo espaço que queremos construir com dignidade. Os direitos humanos passam pela educação”, frisou.

 “O programa ‘Escola Digna’ resgata a dignidade. No Maranhão não podemos mais admitir que exista escola para pobre, temos que ter escola para portadores de direitos”, pontuou o secretário da Sedihpop, Francisco Gonçalves. Ele também falou da rearticulação do Comitê Estadual de Política Pública para a Pessoa com Deficiência para trabalhar a construção da política estadual e a importância do trabalho intersetorial, destacando a presença da Seduc neste processo.

Para a coordenadora Geral de Articulação da Política de Inclusão nos Sistemas de Ensino da Secadi, Suzana Brainer, este é um momento de desconstrução. “É preciso desconstruir conceitos que tínhamos na longa caminhada anterior à exclusão. Aqui temos que discutir, também, as estratégias para eliminar essas barreiras”, apontou.

 Unificação foi o mote para a fala da promotora da Educação, Maria Luciane Belo. “Precisamos montar uma estrutura única, de todos. Só assim a constituição fará sentido”, pontuou.

 Já o consultor na área de Educação Inclusiva, Romeu Kazumi Sassaki comentou que o que mais chamou a atenção foi o olhar revolucionário na composição da atual gestão do Governo do Estado, fato que ele percebeu na fala dos secretários de Educação e Direitos Humanos.

 Sobre Educação inclusiva ele pontuou que houve avanços nestes 20 anos, período em que o Brasil já acumulou conhecimentos. “Resolvemos a falta de uma política pública e conseguimos avançar na educação inclusiva, agora é preciso usar os conhecimentos, habilidades e os recursos, mas não esquecer do próprio estudante e não podemos parar para capacitar temos que aprender com alunos reais”, pontuou.

 PROGRAMAÇÃO

Na quarta-feira (30) haverá, no auditório da Fiema, às 8h, as palestras: “Acessibilidade e Inclusão Escolar” e “Sete dimensões da Acessibilidade em escolas inclusivas”. Na quinta-feira (1º), das 10h às 22h, acontecerá exposição da educação especial, no Shopping São Luís. Um ato de mobilização marcará o encerramento do evento, na Praça Deodoro, na sexta-feira (2), às 16h.

 

Contato

Fones:
(98) 3194-7791

E-mail:

gabinete@edu.ma.gov.br
ascom@edu.ma.gov.br

Ouvidoria
0800 280 0166
(98) 3194-7721
(98) 3194-7722

www.ouvidorias.ma.gov.br

Endereço

Rua dos Pinheiros, n.º 15, Qd. 16

Jardim São Francisco

São Luís – Maranhão

CEP: 65076-250

Horário de funcionamento:

Seg a Sex
08:00 às 17:00

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela SEATI