14/10/2016 5:29 pm

Mais de 60 estudantes da rede estadual de ensino conquistaram medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

ABILIO,ANALAURA,ARIELE,DANIEL,PROF.FLAVIANO,IGOR,LUZIA,MARISNETE,PATRICIA E VICTOR

Estudantes e professor do Centro de Ensino Aristides Lobão (CEAL), localizado na cidade de Barão de Grajaú, que obteve, proporcionalmente, o maior número de medalhas

A Rede Estadual de Ensino teve 65 alunos premiados na 19ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA -2016), nos municípios de Açailândia, Barão de Grajaú, Formosa da Serra Negra, Itinga do MA, Santa Inês, Vila Nova dos Martírios e São Luís.

A OBA é uma olímpiada nacional de conhecimento, organizada anualmente pela Sociedade de Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) e abrange alunos de todos os anos do Ensino Fundamental e Médio em todo território nacional. E tem por objetivos fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia, Astronáutica e ciências afins, promover a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa, mobilizando num mutirão nacional.

Participaram da competição 13.550 escolas de todo o país, somando mais de 800 mil estudantes do primeiro ano do Ensino Fundamental ao último ano do Ensino Médio das redes estaduais, municipais e particular. As provas foram divididas em quatro níveis, sendo que os três primeiros são para alunos do Ensino Fundamental e o quarto voltado para estudantes do Ensino Médio.

No total, as escolas da rede estadual conquistaram 13 medalhas de ouro, 20 de prata e 32 de bronze. O Centro de Ensino Aristides Lobão (CEAL), localizado na cidade de Barão de Grajaú, da Unidade Regional de Educação (URE) São João dos Patos obteve, proporcionalmente, o maior número de medalhas, num total de nove, sendo: uma de prata e oito de ouro. Os alunos do CEAL premiados na OBA são Abílio Azevedo Silva Neto, com medalha de prata, e Ana Laura Matias da Silva, Ariele Ferreira Dias, Daniel dos Santos Alves, Igor Costa Ayres, Luzia da Silva Almeida, Marisnete Nunes de Santana, Patrícia Jovana dos Santos Carvalho e Victor Hugo Aires, com medalha de ouro.

No CEAL, a OBA foi coordenada pelo professor de matemática Flaviano Moura Monteiro, para quem o resultado foi fruto de um trabalho árduo baseado no planejamento voltado para resultados.

“Esta conquista é um fato inédito na nossa escola e na cidade. Fizemos um planejamento voltado para resultados. Ao longo dos três meses que antecederam as provas, no contra turno escolar realizamos curso preparatório para os 70 alunos inscritos na OBA, com oficinas e aulas sobre os temas abordados na prova, uso de aplicativos, realização de simulados e discussão de provas anteriores, uso de vídeos e redes sociais, além de observações celestes. Foi um trabalho árduo, mas, prazeroso e com um resultado gratificante”, destacou o professor Flaviano Moura.

Os alunos que obtiverem as melhores notas na OBA vão representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica e na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica em 2017, sendo que no CEAL, noves dos medalhistas, oito alunos estão aptos para compor a equipe que irá representar o Brasil.

Fonte: Seduc
Fotos/Divulgação

Contato

Fones:
(98) 3194-7791

E-mail:

gabinete@edu.ma.gov.br
ascom@edu.ma.gov.br

Ouvidoria
0800 280 0166
(98) 3194-7721
(98) 3194-7722

www.ouvidorias.ma.gov.br

Endereço

Rua dos Pinheiros, n.º 15, Qd. 16

Jardim São Francisco

São Luís – Maranhão

CEP: 65076-250

Horário de funcionamento:

Seg a Sex
08:00 às 17:00

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela SEATI