22/07/2021 5:19 pm

Seduc apresenta diretrizes para retorno às aulas nas escolas da rede estadual

As tratativas iniciaram com reunião entre a Seduc e gestores das Unidades Regionais de Educação do Maranhão

Com o anúncio feito pelo Governo do Maranhão sobre o retorno às aulas nas escolas da rede pública estadual, a partir do dia 2 de agosto, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) vem trabalhando na elaboração dos protocolos pedagógicos e sanitários que serão adotados pelas unidades escolares para a volta das atividades presenciais.

Nesta quinta-feira (22), a Seduc divulgou as “Diretrizes Pedagógicas para o retorno híbrido das escolas da rede estadual de ensino no Maranhão” e tem realizado uma série de debates com agentes e entidades educacionais para que este retorno às unidades escolares seja o mais seguro e adequado possível.

Na quarta-feira (21), a reunião liderada pelo secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, e equipe administrativa da Secretaria, foi com gestores e diretores de educação das 19 Unidades Regionais do Estado, momento em que foram apresentadas aos educadores tais Diretrizes Pedagógicas.

Durante a reunião, que aconteceu de forma virtual, Felipe Camarão enfatizou que o retorno das atividades presenciais nas unidades escolares públicas maranhenses acontecerá de forma gradual, iniciando pelas escolas com condições para a implementação dos protocolos de biossegurança. Dada a preocupação com a integridade física de estudantes e profissionais, o retorno ocorrerá no formato híbrido, intercalando momentos de atividades presenciais e não presenciais.

“Inicialmente faremos um retorno híbrido e assíncrono às atividades, intercalando momentos presenciais e não presenciais, sem exigência de interação simultânea, de forma que, enquanto alguns estudantes estiverem em sala, outros estarão acompanhando as atividades por outras metodologias, como a TV Educação e a Plataforma Gonçalves Dias, por exemplo, já disponibilizadas pelo Governo do Maranhão”, explicou Felipe Camarão.

As Diretrizes Pedagógicas tratam ainda das orientações para a construção da rotina escolar – Plano Escolar, como podem ser melhor administradas as aulas híbridas em formato assíncrono e, principalmente, como acontecerá o acolhimento de toda a comunidade escolar, compreendendo estudantes, docentes e familiares.

“Nessas Diretrizes temos as orientações sobre como cada gestor poderá administrar o ensino híbrido em sua escola, conforme decisão do colegiado escolar e aprovado pela Unidade Regional de Educação e pela Seduc, seguindo o Plano escolar sugerido nesse documento. Montamos toda uma engenharia pedagógica para este retorno, não apenas nas questões curriculares, mas também de acolhimento dos nossos estudantes, professores e familiares”, disse o secretário.

Além dos debates com as instituições educacionais, a Seduc tem preparado materiais informativos e os denominados ‘kits Covid’, com itens de segurança, que estão sendo distribuídos a cada unidade escolar que retornará suas atividades no início de agosto.

“Nossas escolas receberão o que classificamos como ‘kits Covid’ e equipamentos de segurança e limpeza para que cada comunidade esteja preparada para esse retorno seguro”, complementou Camarão.

Tratativa com representantes do Ministério Público

Felipe Camarão apresenta ‘Diretrizes Pedagógicas’ para representantes do Ministério Público do Maranhão

Já na manhã desta quinta-feira (22), o debate foi realizado com representantes da Promotoria de Justiça em Defesa da Educação do Ministério Público do Maranhão para apresentar os planos e diretrizes para o retorno híbrido.

O secretário Felipe Camarão ressaltou que o MP/MA é uma instituição parceira que tem contribuído com as ações de políticas públicas desenvolvidas pelo Governo do Maranhão e este diálogo só reforça essa parceria.

“O Ministério Público está nos orientando, nos cobrando e participando de todos os passos e etapas desse retorno híbrido que faremos na rede estadual. Apresentamos ao Dr. Paulo Avelar nossos planos e diretrizes de retorno às aulas, acertamos alguns detalhes, falamos, inclusive, sobre casos concretos e acreditamos que esse retorno será muito positivo para estudantes, professores e para a sociedade”, assegurou Camarão.

O promotor de Justiça, Paulo Avelar, reforçou que a tratativa já era um momento esperado pela Promotoria e que esses diálogos são importantes no tocante à garantia do retorno seguro a todas as comunidades escolares maranhenses.

“É de suma importância discutirmos em linhas gerais as normativas para esse retorno seguro e também como forma de garantir a toda a comunidade escolar – alunado, professores, gestores, famílias –, a segurança com que esses alunos estarão a partir do dia 02 de agosto de forma híbrida. É um momento em que nós vamos fazer os acompanhamentos, até o retorno presencial total”, concluiu o promotor.

Retorno às aulas

O anúncio da reabertura das escolas da rede estadual, no próximo dia 2 de agosto, foi feito pelo Governo do Maranhão por meio de coletiva virtual, na terça-feira (20), momento em que o governador Flávio Dino destacou que o retorno seguirá todos os protocolos de biossegurança definidos pela OMS (Organização Mundial da Saúde), como uso universal de máscaras e distanciamento, de modo a manter a segurança de todos, e se dará de forma progressiva, de acordo com a realidade de cada escola.

Dino frisou ainda que um dos fatores determinantes para este retorno é o avanço da vacinação entre os profissionais da educação, no estado.

“Então nós avaliamos, com a imunização com duas doses dos profissionais da educação, é que nós temos condições sanitárias desse retorno. Vamos obviamente acompanhando isto, frisando que é imprescindível não apenas no que se refere à rede estadual, mas também às redes particulares e municipais, o cumprimento de protocolos sanitários mormente o uso de máscaras – e termos esse sistema de rodizio entre as atividades presenciais e não presenciais no caso da rede estadual”, disse Flávio Dino.

Vacinação

Cabe destacar que no ranking da vacinação, o Maranhão é o 2º estado em aplicação de vacinas nos profissionais da educação. Até o momento já foram aplicadas aproximadamente 195 mil doses do imunizante contra a Covid-19.

Neste mês, o Governo do Maranhão iniciou a aplicação da segunda dose. Em São Luís, a aplicação dos imunizantes está acontecendo, atualmente, no IEMA Rio Anil (antigo Cintra) e no drive-thru do São Luís Shopping, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h; e aos sábados, das 8 às 12h.

Diretrizes para retorno às aulas

Fonte: Seduc
Texto: Letícia Pinheiro
Fotos: Divulgação
22/07/2021

Publicações

 

Secretaria de Educação do Estado do Maranhão – SEDUC

Contato

Fones:
(98) 3194-7791

E-mail:

gabinete@edu.ma.gov.br
ascom@edu.ma.gov.br

Ouvidoria
0800 280 0166
(98) 3194-7721
(98) 3194-7722

www.ouvidorias.ma.gov.br

Horário de funcionamento:

Seg a Sex
08:00 às 17:00

Endereço

Rua dos Pinheiros, n.º 15, Qd. 16

Jardim São Francisco

São Luís – Maranhão

CEP: 65076-250

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Este obra está sob Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional - Portal desenvolvido pela SEATI