Serviços

Sistema de Prestação de Conta de Diária
BOTÃO FLUXOS
Ouvidoria
rh
siaep
webmail
eprocessos
portaria
edital
acesso
monitoramento
servidor

Avaliação Formativa de Fluência 2023 segue até o dia 18 de agosto

SÃO LUÍS – Com objetivo central em conhecer o perfil leitor dos estudantes matriculados no 2º ano do Ensino Fundamental durante o andamento do ano letivo, a edição 2023 da Avaliação Formativa de Fluência segue com participação aberta.

Fruto da parceria entre Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), com a Associação Bem Comum (ABC) e redes municipais, a avaliação foi iniciada no último dia 10 de agosto e segue até o dia 18/08.

A Avaliação Formativa de Fluência é pautada nas práticas do cotidiano do professor e permite a correção de rotas pedagógicas, caso os estudantes não estejam desenvolvendo as habilidades previstas para esta etapa. Assim como valida as ações de sucesso que são realizadas dentro do espaço escolar.

Calendário

O período destinado a aplicação, correção e confirmação da avaliação será realizado até o dia 18 de agosto, que tem como público-alvo estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental cadastrados na plataforma da Parceria pela Alfabetização em Regime de Colaboração (Parc).

As aplicações ocorrem em escolas das redes municipais e estadual com turmas do 2º ano do Ensino Fundamental.

“Cuidar, amar e ajudar para transformar o dia a dia”, comemoram trabalhadores em homenagem ao Dia dos Profissionais da Educação, celebrado neste 6 de agosto

“Atuar na Rede Estadual de Ensino é saber que você tem em suas mãos a responsabilidade de contribuir na Educação de diversos estudantes maranhenses e, também, de cuidar, amar e ajudar para transformar o dia a dia”. É desta forma que a merendeira Sileia Feitosa trabalha há quatro anos no Centro Educa Mais João Francisco Lisboa, no bairro Diamante, em São Luís.  

Para a técnica, celebrar a data do Dia Nacional dos Profissionais de Educação, comemorada neste dia 6 de agosto, tem um sabor especial: “É saber que você atua para educar tantos alunos e todos contribuem na formação destes estudantes. Somos uma família: do porteiro ao gestor escolar, dos psicólogos aos merendeiros”, pontua Sileia.

E acrescenta: “Ser merendeira para tantos alunos é gratificante. Foi meu primeiro emprego de carteira assinada e se eu soubesse que seria desta forma, me fazendo crescer tanto como pessoa, como quanto profissional, eu teria perdido meu medo há mais tempo. Atuar como profissional da Educação é transformador”, agradece Sileia Feitosa.

O vice-governador e secretário de Educação, Felipe Camarão (no centro).

O Dia Nacional dos Profissionais da Educação é celebrado desde 2015, após ter sido instituído pela Lei 13.054, um ano antes. A data visa reconhecer o valor dos profissionais da Educação em todo o território brasileiro, destacando o papel fundamental dos trabalhadores que compõem o ambiente escolar.

Diversos profissionais integram o processo de ensino e aprendizagem, para além dos professores e estudantes. Além deles, também estão presentes gestores escolares, orientadores vocacionais, consultores pedagógicos, pedagogos, psicólogos, entre tantos outros profissionais.

Como é o caso da psicopedagoga Luce Malba Campos, neuropsicóloga educacional que coordena a equipe multiprofissional da Unidade Regional de Educação (URE) de São Luís – com atendimento profissional tanto com alunos quanto com professores.

“Dentre as muitas variáveis que garantem o desenvolvimento humano, a educação é, sem dúvida, uma delas. Compreendemos que os princípios que regem a educação devem ser fomentados, de modo a provocar transformações cognitivas e psicossociais no indivíduo, sendo destinado aos profissionais da Educação a responsabilidade de promover tais mudanças”, analisa Luce.

Para a profissional, atuar como psicóloga escolar e psicopedagoga na URE São Luís é reconhecer a relevância de levar, aos alunos da rede, uma orientação assertiva e transformadora. “[Uma orientação] que poderá fazê-los ver o mundo sob a ótica das possibilidades, sendo capazes de desafiar todas as suas probabilidades”, ressalta a psicopedagoga.

O vice-governador e secretário de Educação, Felipe Camarão (à esquerda).

Já para Jeferson Plácido, gestor do Centro de Ensino Professor Ezelberto Martins, na Zona Rural de São Luís, atuar na gestão escolar carrega um caráter transformador: “Me propicia grandes mudanças e aos que estão ao meu redor. Afinal, acredito que ser gestor e professor, não é apenas transmitir conhecimentos, mas também motivar, transformar e aprender através das trocas de experiências com nossos alunos”, aponta.

O professor na Rede Estadual de Ensino, com 19 anos de magistério, Jeferson Plácido destaca que atuar como gestor é um ato de resistência a cada dia, por levar educação para todos, sem distinção, como sua maior missão.

“Ser gestor me levou a outro caminho para contribuir com a educação: hoje, gerindo uma escola na zona rural, eu me sinto muito feliz em fazer a diferença com essa comunidade. É como afirma Paulo Freire: ‘ninguém nasce professor ou marcado para ser professor. A gente se forma como educador, permanentemente, na prática e na reflexão sobre a prática’”, conclui o profissional.

Para Felipe Camarão, que além de vice-governador e secretário de Educação, é professor em sala de aula, trabalhar na educação ao mesmo em que é desafiador, é muito prazeroso e motivador.

 “Parabenizo a todos os trabalhadores e trabalhadoras da educação, em especial aqueles que dedicam sua vida e seu trabalho para melhor acolher os estudantes da rede pública estadual. O profissionalismo deles é vital para que entendamos que o sistema educacional também é composto por respeito, assistência, reconhecimento, respeito, incentivo, trabalho em equipe e tantas outras qualidades presentes nestes grandes profissionais”, destacou o secretário.

Seletivos e Concursos
Educação Ambiental 2023
Plataforma Gonçalves Dias Atualizado
Projeto Emaranhando Vidas
Temas Socioeducacionais
Núcleos de Educação Especial
SEAMA
Pacto pela alfabetização
Mais Gestão

Contato

Fones:
(98) 3194-7791

E-mail:

gabinete@edu.ma.gov.br
ascom@edu.ma.gov.br

Ouvidoria
0800 280 0166
(98) 3194-7721
(98) 3194-7722

www.ouvidorias.ma.gov.br

Endereço

Rua dos Pinheiros, n.º 15, Qd. 16

Jardim São Francisco

São Luís – Maranhão

CEP: 65076-250

Horário de funcionamento:

Seg a Sex
08:00 às 17:00

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela SEATI