Serviços

Sistema de Prestação de Conta de Diária
BOTÃO FLUXOS
Ouvidoria
rh
siaep
webmail
eprocessos
portaria
edital
acesso
monitoramento
servidor

Inscrições para o Programa Jovem Senador 2024 seguem abertas até 30 de abril

O Programa Jovem Senador 2024 segue com inscrições abertas até o dia 30 dia abril. Para participar, o estudante deve estar regularmente matriculado e frequentando escola pública de ensino médio; ter, no máximo, 19 anos completos até 31 de dezembro de 2024; e participar do concurso de redação do Senado Federal realizado na escola onde estuda. O tema deste ano é “Os 200 anos do Senado e os desafios para o futuro da democracia”. O Jovem Senador acontece anualmente e proporciona aos estudantes do ensino médio das escolas públicas a oportunidade de vivenciar a prática política parlamentar, por intermédio da simulação do trabalho legislativo dos senadores e senadoras. Todos os anos, o Senado Federal envia às escolas estaduais e distritais, que oferecem ensino médio, um kit contendo todas as informações e formulários necessários para viabilizar a inscrição no Programa. Saiba mais no link: senado.leg.br/jovemsenador. Escolha da melhor redação O processo de escolha dos textos vencedores acontece da seguinte forma: primeiramente, cada escola escolhe a melhor redação, que é encaminhada para a Secretaria de Educação estadual. Em seguida, a secretaria seleciona os três melhores textos, sem estabelecer uma ordem de classificação. Na etapa posterior, uma comissão julgadora do Senado escolhe a melhor redação de cada estado, e o autor ou autora do texto selecionado se torna um jovem senador ou senadora, representando sua região na Semana de Vivência Legislativa em Brasília. Em Brasília, os 27 vencedores estaduais participarão, de 5 a 9 de agosto de 2024, da Semana de Vivência Legislativa e são orientados a atuar como representantes de seus estados durante as sessões plenárias e reuniões das comissões temáticas. Nessa Semana, eles vão exercer seus mandatos de jovens senadores e senadoras, debatendo e aprovando projetos que podem virar leis. Os 27 professores que orientaram os estudantes vencedores estaduais também participarão da Semana de Vivência Legislativa.   Fonte: Seduc Data: 26/02/2024

Seduc reúne com Sinproesemma sobre distribuição dos precatórios do Fundef

O rateio dos créditos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério (Fundef) foi tema de reunião da comissão formada por servidores da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão (Sinproesemma), realizada na tarde dessa segunda-feira (5). Durante o encontro, a Seduc apresentou aos demais membros da comissão a interface da plataforma, que será disponibilizada para que todos os beneficiários possam consultar seus dados completos, além de poderem verificar inicialmente informações como a quantidade de cotas, valores e o período de atuação na rede pública, entre outras informações. Segundo a Presidente da Comissão, Ana Celeste Costa Ericeira, a previsão é que a plataforma esteja disponível até o final do mês de fevereiro de 2024 para consulta – inicialmente – dos dados pessoais e da quantidade de meses trabalhados no período referente ao precatório. No mesmo prazo, também será publicado um decreto que vai regulamentar a Lei nº 11.735, de 27 de maio de 2022, para estabelecer os critérios de rateio do pagamento do abono. Em um segundo momento, após a verificação das informações pelos beneficiários, será aberta novamente a consulta para conhecimento dos valores. Precatórios do Fundef O rateio dos créditos do Fundef, na ordem de quase R$ 4 bilhões, terá 60% desse valor pago em três parcelas – de 2024 a 2026 – para os servidores do Subgrupo Magistério da Educação Básica em efetivo exercício na educação básica da rede pública estadual durante o período compreendido entre janeiro de 1998 a dezembro de 2006. Os outros 40% serão convertidos em benefícios para a Educação do Estado e para melhorias de infraestrutura da educação, bem como a aquisição de veículos escolares, reforma e ampliação de escolas, construção de quadras poliesportivas, etc. Instituído em 1996, os precatórios do Fundef são oriundos de uma dívida da união com Estados e Municípios, no período que compreende os anos de 1998 a 2006.

Maranhão é destaque nacional na execução do modelo de ensino em tempo integral

A educação em tempo integral no estado mais uma vez ganha destaque em nível nacional. Os Centros Educa Mais do Maranhão possuem 70% de aproveitamento do modelo integral no Brasil. É o que aponta a Pesquisa de Acompanhamento e Desenvolvimento do Integral (PADI), realizada pelo Instituto Sonho Grande, no período de 27 novembro a 12 de dezembro de 2023. Aplicado em 20 estados do Brasil, o formulário foi respondido por 5.069 estudantes e 849 professores. No Maranhão, a pesquisa contou com participação de 100% das escolas Educa Mais e apontou o estado como um dos que têm executado o modelo de ensino de forma eficiente. Com abrangência nacional, a pesquisa mede a perspectiva da comunidade escolar – estudantes, professores e gestores – sobre a execução do modelo pedagógico, levando em consideração a gestão, execução e condições de operação do modelo, além da percepção da escola sobre os diversos atores e princípios do ensino integral. Entre os bons números percentuais aferidos, o aprendizado na prática apresentou 80,2% de aprovação, a análise individual de atuação do professor na escola alcançou 96 % de percentual de satisfação – com 51% satisfeito e 45% muito satisfeito. Para o vice-governador e secretário de educação do Estado do Maranhão, Felipe Camarão, o bom resultado é reflexo da reunião de esforços empenhados em torno deste modelo de ensino buscando o desenvolvimento dos estudantes do Ensino Médio público estadual. “Temos feito um movimento de expansão das escolas de Ensino Médio em tempo integral e, consequentemente, da oferta dessa educação aos jovens maranhenses, o que tem sido muito positivo. É notório que este modelo tem se mostrado como uma possibilidade de melhora na qualidade da educação de uma forma geral. Os dados das últimas pesquisas divulgadas demonstram um crescente investimento, também, de outros estados em escolas de tempo integral, e isso nada mais é do que a comprovação de que esse modelo, que realiza trabalhos que vão além da aprendizagem, tem transformado a realidade social de muitos jovens estudantes. E, claramente, isso nos fortalece, nos impulsiona a continuar oferecendo o melhor para os nossos alunos durante o seu tempo de permanência na escola”, ressaltou o secretário. Já o secretário adjunto de Educação Profissional e Integral, Delmar Matias, comemorou os resultados e falou sobre a expansão do modelo de escolas em Tempo Integral no Maranhão. “Com orgulho, nós celebramos o resultado dessa pesquisa onde mostra que estamos no caminho certo na execução do modelo de tempo integral no Maranhão com mais de 70% de aproveitamento na execução deste modelo a partir da visão da comunidade escolar. Resultado este que nos deixa ainda mais entusiasmados para esse momento que vive a educação maranhense, com o anúncio feito pelo nosso governador Carlos Brandão da Expansão da Educação Integral, alcançando 108 municípios e atingindo 192 escolas. Teremos muito mais oportunidade para o nosso povo por meio da educação e juntos estamos construindo um futuro melhor para nossos estudantes”, afirmou Delmar. Ensino médio em tempo integral em expansão O Maranhão segue avançando com o modelo de escolas em Tempo Integral pelo Estado: em 2023, a rede estadual era composta por 57 Centros Educa Mais, escolas de tempo integral propedêuticas focadas no ensino médio regular e presentes em 22 cidades do Maranhão. Em 2024, a rede estadual de ensino contará com 83 novos Centro Educa Mais, elevando o total para 136 unidades escolares – entre elas, 2 escolas quilombolas. A ampliação do modelo pedagógico também atinge a oferta de educação profissional tecnológica do Estado com novos Institutos de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), que passarão a contar com 12 novas escolas, aumentando o número para 46 Iemas Plenos, além de 3 escolas de tempo integral indígena. A expansão ganhou forças com a sanção da Lei nº 14.640, de 31 de julho de 2023, que institui o Programa Escola em Tempo Integral, do Governo Federal, assim como o Plano Maranhão 2025, que institui o Programa de Fortalecimento da Educação Integral no Estado. Sonho Grande O Instituto Sonho Grande é uma organização sem fins lucrativos, com sede em São Paulo (SP) e apartidária, que trabalha em colaboração com estados e terceiro setor para a melhoria da qualidade do ensino das redes públicas.

Maranhão avança na alfabetização de crianças, aponta pesquisa da ABC

O Maranhão tem avançado na alfabetização de crianças, é o que demonstra os dados referentes à avaliação de fluência leitora, que avalia o nível de leitura dos alunos, apresentados em pesquisa feita pela Associação Bem Comum (ABC), no âmbito da Parceria pela Alfabetização em Regime de Colaboração (PARC). Os dados são animadores, diante do cenário pregresso, e apontam que o Maranhão é um dos estados com grande avanço na alfabetização das crianças matriculadas no 2º Ano do Ensino Fundamental. De acordo com a pesquisa, o destaque do Maranhão ocorre, especialmente, em razão do trabalho articulado desenvolvido pelo governo do Estado em regime de colaboração com os municípios, por meio do Pacto pela Aprendizagem. No Brasil, cerca de 17 estados realizaram avaliações de fluência em 2023 – no caso do Maranhão, foram realizadas três avaliações de fluência leitora: uma diagnóstica, uma formativa e outra somativa, realizada ao final do ano letivo. As avaliações alcançaram 217 municípios, contemplando, no total, 75.297 estudantes de 5.967 escolas municipais. Segundo a avaliação de fluência leitora, aplicada ao longo de 2023, houve uma redução de 30 pontos no percentual de estudantes considerados no nível pré-leitor, que avançaram para o nível leitor, apontando uma maior apropriação dos processos de leitura pelas crianças. “Esta avaliação [da fluência leitora] é uma importante ferramenta para que possamos avaliar o nível de leitura dos alunos, mas também orientar para outras e novas ações, como políticas públicas ou mesmo avaliações formativas que possam dar suporte aos professores na escolha de estratégias pedagógicas eficientes para aplicação na sala de aula. Assim, estimulamos a alfabetização e a compreensão dos textos por parte dos nossos alunos”, ressalta o vice-governador e secretário de estado da Educação, Felipe Camarão. Outro dado importante foi a redução nas desigualdades com avanços significativos no índice de fluência leitora do território em relação ao ano de 2022, com variação percentual de estudantes leitores de 39% para 53%. “Este crescimento dos resultados de fluência em leitura em todo o território do Maranhão representa nosso êxito tanto na parceria do Governo do Estado com os municípios, como na atuação para melhoria dos indicadores e combate das desigualdades educacionais”, acrescenta Felipe Camarão. Parceria Iniciada em 2020 no Maranhão, a Parceria pela Alfabetização em Regime de Colaboração (PARC) visa melhorar a educação das crianças maranhenses, atuando para que todas as crianças sejam alfabetizadas até o final do 2º ano do Ensino Fundamental. Para 2024, a parceria conta com ações em segmentos como: Gestão e Apoio Municipal; Ciclos Formativos Estaduais e Municipais; Reconhecimento de boas práticas; dentre outros. Outro destaque é a colaboração do Governo Federal com a instituição do Compromisso Nacional Criança Alfabetizada, que fomentará a ampliação do processo formativo e a distribuição de materiais didáticos impressos aos estudantes e professores do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental.

“Um ato democrático que fortalece a educação no Maranhão”, diz Felipe Camarão sobre a posse de gestores escolares

Posse dos novos Gestores Escolares da Rede Estadual de Ensino (Foto: Rodrigo Ribeiro).

Em solenidade realizada no Centro de Comercialização de Produtos Artesanais do Maranhão (Ceprama), em São Luís, o Governo do Estado empossou os novos Gestores Escolares da Rede Estadual de Ensino, na última segunda-feira (29). Na ocasião, o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, disse que o evento estimula o processo democrático no sistema educacional. “A posse dos gestores é um ato democrático que fortalece a educação no Maranhão”, disparou.

Mais de 600 eleitos foram empossados para as vagas de gestor geral, gestor auxiliar, diretor geral e diretor adjunto, distribuídas por Unidade Regional de Educação (URE). Durante a solenidade, Felipe Camarão também agradeceu a presença dos convidados e parabenizou todos os envolvidos no processo eleitoral, que culminou com a escolha dos novos gestores para o Quadriênio 2024-2027.

“É um dia histórico em que o governador Carlos Brandão dá posse aos gestores escolares eleitos por mais de 170 mil pessoas que votaram diretamente nos 217 municípios. Quero parabenizar gestores, gestoras, professores, professoras, pais, mães e estudantes, que participaram do processo eleitoral, e contribuíram significativamente para o êxito das eleições”, expressou.

A Eleição dos Gestores Escolares contou com a participação de 169.696 votantes, sendo eles 11.745 profissionais da educação, 114.021 estudantes e 43.930 pais/responsáveis. A eleição foi realizada no dia 12 de dezembro de 2023 e contou com 316 escolas envolvidas. No ato de posse, todos os gestores eleitos assinaram o termo de aceite e ainda o contrato de gestão, que estabelece as metas qualitativas e quantitativas a serem alcançadas pela equipe escolar ao longo do período letivo.

“As expectativas são as melhores e, junto à comunidade escolar, vamos seguir no esforço para garantir uma educação de qualidade voltada, realmente, aos nossos discentes, para que eles possam alcançar os sonhos e os objetivos que desejam”, enfatizou a gestora recém-empossada na cidade de Santa Inês, Leudimar Lucena.

Mais fotos:

Fonte: Seduc Foto: Rodrigo Ribeiro 01/02/2024

Seduc publica resultado final do Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária de Auxiliar de Serviços – Edital nº 014/2023

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), divulgou nesta quarta-feira (31), o resultado final, após apresentação de recursos, do Processo Seletivo simplificado para contratação temporária de auxiliar de serviços nas funções, auxiliar de serviços gerais, cozinheiro (a) e vigia, para atuarem no suprimento de carências do sistema, nas Unidades de Ensino da Rede Pública Estadual e nos núcleos administrativos da Seduc.

Clique AQUI e confira os resultados.

 

Fonte: Seduc

31/01/2024

Estudantes da rede pública do Maranhão se destacam no Enem e conquistam excelentes notas na redação

“O ano de 2023 foi um ano de luta e conquistas. Obtive uma boa base de apoio. Na escola, os professores sempre me motivando, fazendo o possível por mim. (…) E eu optei por estudar me dedicando a fazer uma redação por semana. Sempre acompanhei todas as dicas e tirava o dia de sábado [para produzir] durante todo o meu ano. Mesmo com os afazeres domésticos, eu consegui estudar bastante”, relata Maria Amélia Andrade, uma das estudantes da rede pública de ensino do Maranhão a conquistar a nota 980 na edição 2023 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Egressa do Centro de Ensino Antônio Sirley de Arruda Lima, localizado no município de Formosa da Serra Negra, a estudante de 16 anos está entre os mais de 1.500 alunos da Rede Estadual de Ensino a obter uma nota expressiva no exame. “Eu moro na zona rural, a 14km da cidade de Formosa da Serra Negra. Minha rotina era em transporte público: eu saindo de casa bem cedo e chegava por volta das 18h da tarde, estudando no turno vespertino. E com esse deslocamento, foi o tempo que eu mais me dediquei a ler. Eu acabei lendo muitos livros nesses últimos dois anos. Creio que li mais de 50 livros”, pontua Maria Amélia, ao analisar os métodos e recursos que utilizou para que alcançasse êxito nos exames e vestibulares. Um método bastante assertivo foi produzir redações regularmente: apesar da estudante não ter conseguido durante todas as semanas do ano, como havia estabelecido inicialmente, foram mais de 40 produções que ajudaram-na a conquistar uma nota 980 – além é claro, como a própria acrescenta, de participar das aulas de produção textual voltadas à redação do Enem oferecidas pela escola. “Além de focar na redação, o meu ano [de 2023] foi focado também em matemática. E com os meus métodos de estudo e minha prática, eu consegui ser aprovada na Universidade Federal do Tocantins (UFT) para o primeiro semestre de 2024, no curso de Medicina Veterinária. E obtive também um bom resultado na 18ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Pra mim foi muito bom, muito gratificante. Sou muito grata por cada resultado”, acrescenta a estudante, que também conquistou medalhas de prata e bronze na OBMEP. A trajetória de Maria Amélia se assemelha a de muitos estudantes da rede pública do Maranhão: como é o caso de Letícia Daphne Mendes de Araújo, de 18 anos. Além de dividirem a mesma pontuação [980] na Redação do Enem, Letícia também aponta que a intensidade dos estudos, ao se dividir entre ir para a sala de aula, fazer curso técnico e estagiar foi um dos entraves para que conseguisse alcançar uma boa nota no Enem – com rotinas diárias que também iniciavam cedo e terminavam já no período da noite, com apenas poucas horas para o estudo. Para Letícia Daphne, a participação da escola durante a sua preparação foi essencial para alcançar um bom resultado. “Eu estudei todo o meu Ensino Médio no Centro de Ensino Jackson Lago, uma escola maravilhosa que me ajudou durante todo esse processo. Com preparação, aulas de redação e das outras matérias, sempre com professores que se mostravam muito dispostos a nos ajudar e tirar todas as nossas dúvidas nesse processo”, pontuou. Suporte também oferecido para Beatriz Aparecida Feitosa de Oliveira, de 22 anos, egressa do Centro de Ensino Isa Raposo Borba Guimarães. A estudante do município de Mirador (do povoado Cocos) agradece o suporte dado pela rede estadual de Educação durante todo o Ensino Médio (concluído em 2018), que foram a base necessária para que conseguisse a aprovação no curso de Medicina, na Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), em Imperatriz. “Consegui a aprovação em Medicina e durante toda essa trajetória, inúmeros desafios surgiram. Mas por meio dos livros disponíveis da biblioteca, dos professores tirarem minhas dúvidas e dos aulões que aconteciam por meio do Terceirão Não Tira Férias!, eu sempre busquei, através desses recursos que eu tinha disponível, ir atrás do conhecimento para que esse sonho fosse possível de ser realizado. Mesmo no Ensino Médio, eu consegui alcançar várias notas acima de 900 pontos na redação do Enem. E tudo isso aconteceu através de muito esforço e por meio da educação da nossa escola”, conclui Beatriz. Número de estudantes da rede estadual com mais de 900 pontos na Redação do Enem duplica De acordo com dados da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), o número de estudantes da rede estadual com nota acima de 900 pontos na Redação do Enem mais que duplicou, na comparação entre os anos de 2022 e 2023. Em 2022, por exemplo, foram 604 estudantes – já em 2023, mais que o dobro: 1.562 alunos obtiveram notas expressivas no exame, número este que ainda pode aumentar visto que ainda está sendo contabilizado. Para o secretário de Educação em exercício, Anderson Lindoso, a conquista representa um avanço significativo a partir do investimento no sistema educacional do Maranhão, ação prioritária do Governo do Estado. “Mais um ano em que os nossos estudantes maranhenses nos enchem de orgulho. Uma conquista que não é somente deles, mas das famílias, dos professores e de todos aqueles que compõem o ambiente escolar em cada canto do nosso estado. É uma conquista do Maranhão, fruto do investimento do Governo do Estado e da Seduc em oferecer educação de qualidade e para todo o território maranhense”, destaca Anderson Lindoso.

Maranhão oferta mais de 7.900 vagas no Sisu 2024

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que o Maranhão irá ofertar para a edição 2024 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) mais de 7.900 vagas. A quantidade por estado foi divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) nessa segunda-feira (9). No total, serão 7.934 vagas distribuídas entre instituições do estado que utilizam o Sisu como ferramenta para garantir vaga no ensino superior. Quanto ao calendário Sisu 2024, a Seduc reforça que as inscrições poderão ser feitas entre os dias 22 e 25 de janeiro de 2024. O resultado está previsto para o próximo dia 30. Já quanto à lista de espera, a previsão é que ocorra entre os dias 30 de janeiro e 7 de fevereiro. “A Seduc tem investido no auxílio aos nossos estudantes para que conquistem suas tão sonhadas vagas universidades por todo o país. Garantimos estes êxitos por meio de diversas ações, seja pela Plataforma Gonçalves Dias, com suas videoaulas, apostilas e roteiros de estudos, e também por meio dos nossos aulões presenciais e de toda a nossa grande preparação para o Enem. Sabemos que 2024 será um ano ainda maior, com nossos alunos em rumo dos seus sonhos”, destacou o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão. Sisu 2024 Com o total de 264.360 vagas distribuídas em todas as regiões do país para 127 universidades, o Sisu, em 2024, contará com apenas uma etapa de inscrição e uma edição. Desta forma, as vagas serão ofertadas para os dois semestres do ano. Para o segundo semestre, algumas regras serão aplicadas, de acordo com o MEC: • as vagas serão preenchidas pelas instituições, exclusivamente, segundo a ordem de classificação dos candidatos, de acordo com as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); • o candidato não poderá optar pelo ingresso no primeiro ou no segundo semestre; • a instituição deverá garantir que o candidato selecionado para uma das vagas do segundo semestre realize a matrícula no período estabelecido no edital. Saiba mais em: https://acessounico.mec.gov.br/.

Retrospectiva 2023: Educação do Maranhão é destaque nacional e internacional

Em 2023, a Educação do Maranhão foi destaque em inúmeras competições nacionais e internacionais. Um ano ímpar que coroou com troféus, medalhas e menção honrosa estudantes e professores da rede pública estadual, como forma de reconhecimento pelas conquistas alcançadas. Para o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, cada conquista tem um sentido único. “Medalhas e troféus têm um significado marcante para quem recebe, é a coroação de um feito. A maior vitória, porém, são as experiências e aprendizagens adquiridas em cada competição, um passaporte para novas oportunidades. Parabenizo cada estudante, cada professor pelas conquistas alcançadas, e deixo aqui o meu abraço fraterno a todos os envolvidos no fortalecimento da educação pública do Maranhão. Com o apoio de vocês, teremos uma educação cada vez mais promissora. Que 2024 seja um ano de muito mais conquistas”, ressaltou Felipe Camarão. Entre os destaques, estão a quebra de recorde nacional na Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), no Rio de Janeiro; medalha de ouro na principal categoria do Torneio SESI de Robótica First Lego League Challenge (FLL), em São Luís; além das conquistas na (MBFOG), o Maranhão também obteve conquistas na Olimpíada Nacional de Ciências (ONC), Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) e Olimpíada Nacional de Eficiência Energética (ONEE), entre outras competições. Além das fronteiras A Educação maranhense superou barreiras e também alcançou resultados surpreendentes fora do Brasil, conquistando o 2º e 3º lugar no Campeonato Mundial de Robótica, da Federation of International Robot Sport Association (FIRA) World Cup 2023, que aconteceu na cidade de Wolfenbüttel, na Alemanha, no mês de julho deste ano. Outra vitória da educação maranhense foi no “Bolsa de Intercâmbio Cultural Maria Firmina dos Reis”, um projeto pedagógico cultural de natureza social, com foco no resgate, preservação e visibilidade da primeira romancista brasileira – a poeta maranhense Maria Firmina dos Reis -, e é de autoria da agência de intercâmbio Via Mundo, com apoio da Prefeitura de Guimarães, Secretaria Municipal de Educação de Guimarães, da agência argentina EduQuality e do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). A grande vencedora do projeto foi a estudante quilombola Mayrla Silva Santos, aluna protagonista da Unidade Mais Integral Mateus Avelar (UMI), do município de Guimarães. Com a conquista, Mayrla irá passar o período de um semestre letivo de intercâmbio em Córdoba, na Argentina, além de uma imersão na língua espanhola e na cultura do país anfitrião. A estudante também será uma embaixadora da cidade de Guimarães, do Maranhão e do Brasil na Argentina, fomentando o intercâmbio cultural para jovens argentinos no Maranhão. O esporte estudantil maranhense também esteve em evidência no cenário internacional. O estudante Brenno Frank do Nascimento e a professora de Educação Física, Silma Braga, participaram do XXVII Jogos Sul-Americanos Escolares 2023, em Santiago, no Chile, entre os dias 4 a 9 de dezembro. Outra conquista marcante foi o filme maranhense Casa de Bonecas ter sido selecionado pelo Festival de Rotterdam, na Holanda, que aconteceu de 25 de janeiro a 5 de fevereiro de 2023, e é considerado um dos maiores festivais de cinema do mundo e um dos cinco maiores da Europa, estando ao lado de festivais como Cannes, Berlim e Locarno. A maior parte da equipe que realizou o filme é egressa da Escola de Cinema do Maranhão, vinculada à Seduc. Mais conquistas O bom desempenho dos estudantes da rede pública estadual em eventos científicos, dentro e fora do país, revela que o Governo do Estado segue priorizando a educação, investindo em pesquisa, ciência e tecnologia, com foco na aprendizagem. O estudante Laerte Cesário Amorim Almeida, 16 anos, estudante do Centro de Ensino Professor Nascimento de Moraes, coleciona medalhas estudantis, conquistadas em disputas a nível nacional e estadual. Recentemente, ele participou da Olímpiada Maranhense de Química 2023 (OMQ), em que ganhou a Medalha de Ouro. “Comecei a me interessar por competições estudantis no primeiro ano da pandemia, em um período em que estávamos com muitas limitações, o que me fez sentir a necessidade de me dedicar a algo. E a química, a física e a matemática são áreas com as quais eu tenho bastante afinidade”, relatou. Durante a 16ª Feira do Livro de São Luís (Felis), estudantes maranhenses ministraram palestra sobre a vida e obra do poeta Gonçalves Dias e aproveitaram para lançar a revista ‘Café Literário’, de autoria de jovens leitores, tendo como base as vivências no projeto intitulado ‘Café com Letras’. O projeto foi apresentado à Academia Maranhense de Letras em 2023, ganhando o título de Escola Amiga das Letras. A Educação do Maranhão obteve outras conquistas, como o primeiro lugar na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (MOSTRATEC), realizada em Hamburgo, no Rio Grande do Sul; 1º lugar no Hackathon SNCT 2023: desafios da Escola Pública do Futuro; projetos sustentáveis premiados na 10ª edição do Solve for Tomorrow Brasil 2023, realizado pela Samsung, entre outras diversas conquistas.

Retificação do Resultado – Edital nº 011/2023

O Governo do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), torna público a retificação do resultado final do PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORARIA DE PROFESSORES PARA ATUAREM NA EDUCAÇÃO BÁSICA, DAS MODALIDADES CAMPO E QUILOMBOLA, do Edital nº 011/2023. Acesse AQUI.    
Seletivos e Concursos
Educação Ambiental 2023
Plataforma Gonçalves Dias Atualizado
Projeto Emaranhando Vidas
Carta de Serviços ao Cidadão
Núcleos de Educação Especial
SEAMA
Pacto pela alfabetização
Mais Gestão

Contato

Fones:
(98) 3194-7791

E-mail:

gabinete@edu.ma.gov.br
ascom@edu.ma.gov.br

Ouvidoria
0800 280 0166
(98) 3194-7721
(98) 3194-7722

www.ouvidorias.ma.gov.br

Endereço

Rua dos Pinheiros, n.º 15, Qd. 16

Jardim São Francisco

São Luís – Maranhão

CEP: 65076-250

Horário de funcionamento:

Seg a Sex
08:00 às 17:00

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela SEATI